QUEM SOMOS

"Há uma estrada para a liberdade. Seus marcos são a obediência, o esforço, a honestidade, a ordem, a nitidez, sobriedade, honestidade, sacrifício e amor à pátria."
Reunimo-nos para lembrar você disso !

A UNAC - União Nacionalista - tem o fim maior de engrandecer o Brasil, mas para isso é preciso que os verdadeiros Brasileiros se movam e se unam contra o inimigo maior: o petismo !

Ferramenta do comunismo materialista, que transforma o homem em mero instrumento do Estado, o petismo vem se mostrando uma verdadeira quadrilha. E quando dizemos o petismo, não apontamos para este ou aquele partido apenas, pois estão todos no mesmo jogo, no mesmo roubo ! O roubo à Pátria !
As aparentes brigas entre partidos, na verdade, são apenas divergências na hora de dividir o fruto do roubo ou, ainda, a desinformação de um dos membros da quadrilha que acabou fazendo com que o crime aparecesse.

Não somos contra o fim da corrupção apenas, pois isso significa que aceitamos o sistema que aí está ! No entanto, o atual modelo de sistema é feito de forma a permitir a corrupção e, sendo assim, ao eliminarmos os corruptos, outros virão.

Embora estejamos pregando a não reeleição de nenhum político, sabemos que este é somente um passo rumo à mudança. O outro é algo muito além destas singelas linhas.

Nacionalismo ! Este é o sentimento que salvará o Brasil da influência de seus inimigos, estrangeiros ou domésticos, visto que não há Estado perfeito sem soberania.

Somos brasileiros conscientes de que uma mudança nefasta se aproxima, sem a alternância de poder, com o entranhamento partidário-sindical em postos-chave da máquina Estatal.
Acreditamos que não há idade restritiva para a consciência. Ela surge diante de nós, tal qual aquela luz ao fim do túnel. Sabemos qual é o caminho para a plena liberdade. Muitos sabem ! Queremos estar todos unidos para que possamos realizar um trabalho diferente.

Assim, resolvemos apresentar a letra “N” no estilo gótico para representar todo este nacionalismo e suas nobres ações no decorrer da história deste País, onde todos os brasileiros, sem distinção da cor da pele, representados pela “corrente” que circunda a letra “N”, estão entrelaçados numa verdadeira e única somatória de forças. Fato ímpar no mundo! Pois nunca, na história recente das nações, foi possível uma nação optar pela vocação de unir todas as raças e culturas que coadunaram com a construção de um País, onde o resultado foi um território vasto, uma nação continental fincada no hemisfério Sul, sem problemas étnicos de qualquer natureza, com um único idioma e uma inegável referência dentre os povos de origem latina.

Não queremos dizer, com isso, que somos a favor do multiculturalismo, ao contrário, afirmamos que o ideal identidário é de crucial importância para alguns povos, uma vez que é a única forma de proteger e preservar sua identidade cultural. No entanto, no Brasil, isto implica afirmar que o ideal é preservarmos o aristocrático e altruístico das culturas que formaram a nossa sociedade, mantendo e protegendo os valores que foram cruciais à nossa formação. Estabelecendo que, devido à herança e a somatória destes fatores, acabamos desenvolvendo uma cultura única, BRASILEIRA, e, com isso, cunhamos nosso próprio destino, excluímos qualquer influência ou prática que ameacem esta vocação unitária.

A letra “N” surge envolta numa corrente que também simboliza o dever do distanciamento e do combate às idéias e posturas contrárias aos valores superiores da sociedade brasileira; às idéias de justificação das estruturas sociais puramente econômicas, posturas destrutivas em relação aos valores que justificam a união dos homens em sociedade. Ou ainda, aqueles que preferem acusar o brasileiro de incapaz, em vez de acusar e lutar contra um regime político completamente ineficaz e comprometido com interesses escusos de todos os tipos. Para os adeptos de teorias esdrúxulas, como as do “homem cordial”, dizemos não!

O nosso símbolo é contra a luta de classes, contra ideologias que pregam a destruição do Estado, contra a doutrina econômica que prestigie a negação da propriedade privada e contra a concepção histórica inteiramente materialista.

O nosso nacionalismo não é apenas o culto aos símbolos pátrios ou a qualquer competição esportiva que envolva “brasileiros”, ou ainda, a simples vinculação ao pagamento de soldos e outros atrativos. Práticas que acabaram por vulgarizar e destituírem de sentido o verdadeiro sentimento de amor ao País. Vulgarização com raízes as mais diversas, mas a mais notória é atrelar nacionalismo às políticas “populistas” e a politicagem praticada por “trambiqueiros” em cargos eletivos ou de relativa importância. Defendemos um nacionalismo profundamente espiritualista, altruísta e verdadeiramente preocupado com as aspirações da Pátria.

Infelizmente, para grande parte dos brasileiros, o nosso símbolo pode parecer incompreensível, devido ao profundo grau de distanciamento das tradições que este povo assumiu, desconhecendo nossos heróis, como Bartolomeu Bueno (o Anhanguera), Pedro Teixeira, Tiradentes, Tamandaré, Barroso, Caxias, Osório, Gustavo Barroso, Plínio Salgado, só para citar alguns. A lista é infindável! Nossos outros hinos: Cisne Branco, Hino a Bandeira Nacional, Fibra de Herói, Canção do Exército. Juristas e pensadores: Miguel Reale, Câmara Cascudo, Rui Barbosa e  outros.

É um verdadeiro ultraje! A maioria dos Brasileiros não conhece o Brasil!

Inspirados nos exemplos heróicos do passado, buscamos a mudança de destino traçado pelos dirigentes deste Pais que, numa verdadeira manobra de revezamento ou alternância de poder,  acabaram  transformando um povo numa  massa bestializada, sem personalidade, sem alma e completamente irresponsável em relação aos destinos da Pátria.

Portanto, a atual pátria não é nossa, pois a nossa pátria é uma Pátria de Heróis! Dos heróis de Guararapes às batalhas no Paraguai, os diversos brados na hora da coragem no combate; todos aqueles que lutaram por esta pátria afirmaram o Brasil e com ele o sentimento de Nacionalismo como força sustentadora de defesa e ataque. O amor ao solo e à força divina, como justificadora do Estado.

E com estes está nossa bandeira, com estes e com o Brasil está o nosso símbolo NACIONALISTA ! Boa luta!

Voltar

@nacionalismo_br


BOLETIM NACIONALISTA

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR Nº 0
Clique para baixar a versão em pdf

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR Nº1
Clique para baixar a versão em pdf

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR Nº2

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR Nº3


©2009 Nacionalismo é o Caminho Contato
Adicione a sua comunidade ao nacionalimo.com.br